Esqueça as árvores - artigo traduzido

Criamos este fórum especialmente para falar de um peixe que é uma das grandes paixões dos pescadores esportivos e em especial da Caterva. Coloquem aqui tudo sobre a pesca deste "bocudo".
Avatar do usuário
Edu Seto
ANZOL DE BRONZE
Mensagens: 132
Registrado em: Ter Jun 05, 2007 2:46 pm
Cidade:

Esqueça as árvores - artigo traduzido

Mensagem por Edu Seto » Qui Jan 03, 2008 7:00 pm

Pessoal,

Para compensar o atraso nas semanas anteriores, aqui vai o segundo artigo traduzido do dia: Forget about the trees! - escrito por Ben Matsubu.

É um artigo curto e direto, sem grandes explicações dos porquês. Simplesmente uma sugestão de um pescador do circuito profissional americano para pegar mais bass, do final da primavera ao início do verão, que é justamente o período em que estamos.

Um pequeno detalhe: o autor não menciona, mas pareceu-me lógico que a localização dos "hot spots", ao longo das valas e canais, será muito facilitada pela utilização do sonar. :-)

[]s e boas leituras
Edu

--------------------------------------------

Esqueça as árvores!

Por Ben Matsubu
Reproduzido com a exclusiva permissão da Bass West Magazine.

Imagem

Recomendação esquisita para pescar em reservatórios cheios de paliteiros? Talvez sim, mas os basses realmente não se relacionam com troncos verticais em Toledo Bend (represa localizada entre o Texas e Louisiana, n.t.), meu “quintal”, durante Maio e Junho, e descobri que a mesma coisa ocorre em lagos com configurações similares por todo o país. As árvores atraem muitos pescadores porque elas parecem ser muito boas, mas elas não atraem grandes quantidades de basses.

Abrigos de madeira horizontais, entretanto, podem ser uma outra história. Os basses permanecerão firmes em árvores caídas ao longo do final da Primavera e início do Verão. Eles também farão pesado uso de galhadas, que muitos pescadores colocam na água para produzir abrigos para os basses. Mas, não quaisquer galhadas. A chave é achar galhadas ou árvores caídas ao lado de valas (ditches, n.t.) ou pequenos canais, ideais se perto de uma curva ou alguma outra característica singular na configuração da vala.

Escarafunchando Valas.

Na verdade, em Toledo Bend, as valas e canais que drenam áreas rasas e se encontram com o canal do rio principal ou um canal de córrego maior, são os elementos críticos para quase todos os bons patterns nesta época do ano. E parece que não importa se o canal está perto de árvores, capim ou mesmo águas abertas.

Do início de Maio até o fim de Junho, os basses efetuam uma grande transição do comportamento de pós-desova para os padrões de Verão, e alguns peixes podem ser achados em muitos tipos diferentes de lugares. Entretanto, nada atrairá, com mais consistência, que um pequeno canal ou vala. Ao longo dessas valas, os basses se relacionarão a pequenas sutilezas, tais como pontos onde as valas se encontram com córregos maiores, curvas nas valas e pontos ligeiramente mais fundos.

Um dos melhores jeitos de arrancar basses das valas, esteja o peixe dentro dela, a seu lado ou enfurnado em árvores caídas em suas beiradas, é trabalhar cada beirada com um Carolina rig. Para Carolina rig, eu uso, tipicamente, uma das três iscas três iscas: uma Yamamoto “Kahuna” Kut-Tail 7X, uma Senko de 5 polegadas ou uma Zoom Brush Hog, tamanho normal. Todas as três são grandes iscas, e parecem ser as preferidas pelos basses de melhor qualidade quando a água aquece. No ano passado, começando no final da Primavera, eu raramente pesquei com algo diferente de uma Senko watermelon/blue ou watermelon/green, Carolina rigged.

Um fator realmente chave para ter sucesso com Carolina rigs nesta época do ano é encurtar os líderes. Eu aprendi isto com Tommy Martin, quando o vi pegando peixe após peixe enquanto eu conseguia somente ataques ocasionais. Ao final, segui o seu exemplo, e descobri que isto faz uma diferença incrível. O líder mais curto parece ajudar os basses a localizar a isca mais rapidamente quando eles estão naquelas valas.

Na verdade, eu encurto continuamente os líderes à medida que a água esquenta ao longo da Primavera. Enquanto, no início da Primavera, eu possa usar líderes com 6 ou 7 pés (1,8 ou 2,1 metros, n.t.) de comprimento, no final de Junho, eu estarei pescando com líderes de 18 polegadas (40 cm, n.t.). Acredite-me, o líder mais curto faz uma grande diferença e permanecerei com ele ao longo de todo o Verão.

Um outro truque para capturar mais peixe com um Carolina rig nesta época do ano é usar um peso razoavelmente leve. Enquanto muitos pescadores usam pesos de 1 onça (28 g, n.t.) para Carolina rigging, eu prefiro um peso de 1/2, ou mesmo 1/4 de onça, durante o fim da Primavera, e acho que consigo muito mais ataques desse jeito.

Outros Rigs, Também.

As mesmas Kut-Tails, Senkos e Brush Hogs que eu gosto de usar num Carolina rig também podem ser pescadas com muito sucesso num Texas rig. Os pescadores tendem a esquecer do Texas rig quando estão pescando longe da margem, mas arremessar um Texas rig é sempre um bom jeito de pegar um bass.

Alguns rapazes também se dão muito bem usando drop-shot no fim da Primavera, pescando ao longo de valas, perto dos mesmos tipos de abrigos. No entanto, eles usam heavy drop-shot, frequentemente com linhas de 12 libras e iscas grandes. No final de Junho, você pode capturar muitos peixes com um drop-shot, trabalhando-o a 25 ou 30 pés (7,5 ou 9,0 metros, n.t.) de profundidade, para peixes que estiverem completamente dentro dos padrões de comportamento de Verão.

Onde a hydrilla ou milfoil se estendem até perto de um canal de córrego, eu, muitas vezes, mudo para um crankbait como o Norman DD-14, e pesco-o bem junto da beirada da vegetação. Bem cedo, de manhã, quando os peixes estão no raso e olhando para a superfície, um Mann’s 1-Minnus ou um buzzbait podem funcionar extremamente bem, também.

E não se esqueça que os shads ficam ativos no final da Primavera, especialmente após a temperatura da água ultrapassar a marca dos 80 graus (26,6 graus C, n.t.). Os basses irão atrás desses shads, e quando ele o fizerem, eu mudo para um grande spinnerbait com lâminas willow-leaf #6 ou #7. Recolherei lentamente um spinnerbait sobre 10 ou 15 pés (3,0 ou 4,5 metros, n.t.) de água, ou sobre o topo da vegetação.

Uma vez mais, valas e córregos são as atrações principais. Se houver shad em abundância numa área rasa, os basses certamente estarão em valas que dividem aquela área rasa. Não importa quanto você queira pescar, as valas são a chave.

Notas da tradução:
1. Tradução: Eduardo K. Seto - email: eks.fish@uol.com.br – Jan/2008.
2. Vários termos foram mantidos no original porque, de forma geral, é assim que eles são, ou acabam sendo, conhecidos e utilizados pelos pescadores de bass.
3. Link para original em inglês: http://www.westernbass.com/dotcom/libra ... ml?id=2355
Avatar do usuário
Ricardo Haruo
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 5307
Registrado em: Qua Nov 16, 2005 5:35 pm
Cidade:

Mensagem por Ricardo Haruo » Sáb Jan 05, 2008 12:37 pm

Ok, então, vamos aos drops, hehehe.
Obrigado pela bela tradução, Edu.

p.s.: se você tiver algum artigo que fale sobre o uso das big baits, mesmo sem traduzir, se quiser publicar ou me enviar por MP, agradeço.
Abraço!!!
Imagem
Avatar do usuário
Felipe Loyola
ANZOL DE OURO
Mensagens: 619
Registrado em: Sáb Abr 14, 2007 4:22 pm
Cidade:

Mensagem por Felipe Loyola » Qua Jan 23, 2008 9:50 pm

Na minha opinião, o melhor artigo traduzido pelo Edu.


abraços!
"Nascido para pescar, forçado a estudar..."

Imagem

Pesque & Solte SEMPRE
Avatar do usuário
Alexandre Estanislau (Zeca)
GARATÉIA DE TITÂNIO
Mensagens: 8479
Registrado em: Qui Set 09, 2004 5:42 pm
Apelido: Zeca
Cidade: Belo Horizonte
Estado: MG
Instagram: http://instagram.com/alexbolt
Contato:

Mensagem por Alexandre Estanislau (Zeca) » Qua Abr 02, 2008 12:09 am

Show de bola... depois de ver o curso do Braguinha fez sentido total... alias, eu nao quero nem arremessar na margem depois de fazer o curso e ler este artigo.
Abraços
Alexandre (Zeca) | <*))>>><
Avatar do usuário
André Franchi
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1746
Registrado em: Ter Out 17, 2006 1:17 pm
Cidade:
Contato:

Mensagem por André Franchi » Ter Abr 15, 2008 11:41 pm

Obrigado mais uma vez Edu!!

Abraço!!
Imagem
Avatar do usuário
Diego C. Feldhaus
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3098
Registrado em: Sex Fev 27, 2009 2:49 pm
Cidade: LAGES
Estado: SC
Instagram: @dcfeldhaus

t

Mensagem por Diego C. Feldhaus » Qua Abr 29, 2009 7:10 pm

Ótima matéria "pra variar", muito obrigado por compartilhar conosco!
Diego Constantino Feldhaus
Avatar do usuário
Antonio Gomes Totó
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 2476
Registrado em: Qui Abr 30, 2009 9:00 am
Apelido: TOTÓ
Cidade:

Mensagem por Antonio Gomes Totó » Ter Out 04, 2011 11:27 pm

NÃO DEIXA DE SER INTERESSANTE.
Antonio Gomes - Totó
Avatar do usuário
Diego C. Feldhaus
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3098
Registrado em: Sex Fev 27, 2009 2:49 pm
Cidade: LAGES
Estado: SC
Instagram: @dcfeldhaus

Black

Mensagem por Diego C. Feldhaus » Seg Out 10, 2011 11:34 am

Lí novamente o artigo hoje, mais de dois anos depois, as nuances dele tem significados muito diferentes dos anteriores, sábado acompanheia a pescaria de duas Black Bass (femeas) de 1,2 kg no fly com ninfa e outra de quase 1,7kg com minhoca plástica. Peguei só trick, mas tive algumas boas reflexões quanto aos pontos de pesca e apresentações das iscas. Formidável artigo!
Diego Constantino Feldhaus
Responder

Voltar para “- BLACK BASS -”