Baterias, e Carregadores para Motor Elétrico -Verdades/Mitos

Vamos falar sobre navegação ? Barcos, botes, canoas e todos os meios de locomoção sobre as águas... É aqui mesmo...
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Baterias, e Carregadores para Motor Elétrico -Verdades/Mitos

Mensagempor Rafael Fernandes » Seg Mar 06, 2006 10:39 am

Olá Pessoal, é o seguinte, em seguidas pescarias tenho obtido problemas com baterias, isso que tenho 3, e o pessoal da minha marina se enrola pra deixar elas carregadas...
Pra me auxiliar, e pra auxiliar pessoas que tem as mesmas dúvidas estou lançando este ´tópico que em partes já foi discutido e mto aqui...

Bom antes de mais nada, vou postar dois textos breves que achei na Net...

1º Texto retirado de uma descrição de produto do Mercado Livre:

"O ideal para uma Carga Rápida de bateria é ser
com corrente de 5 amperes constantes
Antes de comprar um carregador de Baterias converse com seu Técnico de Injeção Eletronica, com seu Mecanico, com seu Eletricista, ou com algum Engenheiro Elétrico amigo.
Pergunte - lhes:
1 - O que acontece se der partida em um carro c/ injeção eletronica com um carregador ligado ?
2 - O que acontece se voce ligar componentes eletronicos com o carregador de baterias conectado e ligado
3 - O que acontece se voce carrega uma bateria 12V com um uma carga superior a 5 Amperes ?
4 - O que acontece se Voce carrega uma Bateria com um carregador feito com uma Lampada ?
As Respostas, deverão ser:
1 - O módulo de injeção irá queimar.
2 - Os componentes poderão se queimar.
3 - Superaquece e depois de 4 / 5 recargas terá que trocar a Bateria.
4 - Superaquece e depois de 4 / 5 recargas terá que trocar a Bateria.
Considerações:
A carga ideal para uma Bateria deve ocorrer em no máximo 13,8 Volts e no Máximo 5 Amperes. Acima de 13,8V ocorre o superaquecimento da Bateria comprometendo-a. E acima de 5 amperes ocorre a mesma coisa, a bateria irá superaquecer podendo reduzir a vida útil, colar as placas ou até mesmo queimar.

Com um carregador de 5 Amperes voce pode carregar Baterias de qualquer Amperagem, 100,200,500 AH. Haverá um aumento no tempo de recarga para as amperagems maiores.
Os carregadores utilizado nas Auto Elétricas trabalham com 5 amperes. Portanto carregador acima de 5 Amperes só irá superaquecer sua Bateria, propiciando a cola das placas em 4/5 recargas.
A afirmação de que o carregador precisa ser de 10% da capacidade nominal da bateria para que ele consiga carregá-la não condiz com a realidade. Neste caso uma Bateria de 200 Amperes necessitaria de um carregador de 20 amperes e isso destruiria a bateria pois ela iria ferver em minutos, e a amperagem máxima recomendada para carregamento é de 5 amperes. O que determina o carregamento da bateria é a voltagem que é enviado. Assim uma bateria de 12 Volts deve receber no máximo 13,8 V acima disso o aquecimento irá acontecer. E nesta voltagem de carga não haverá resistencia alguma para carregar ainda que a bateria esteja quase carregada
Já os carregadores Feitos com Lampada, podem ser usados como alternativa de emergencia para carregar sua Bateria.
Se voce estiver em um local onde não é possivel obter uma transferencia de carga de uma outra bateria (com a popular chupeta) ou se não existe um local próximo para lhe propiciar uma carga rápida,"

2º Texto retirado doWebPesca

Baterias para motor elétrico

"Muita gente que adquire um motor elétrico não sabe que tipo de bateria comprar e acaba usando as automotivas que, após algumas pescarias, perdem a capacidade de armazenagem. Na verdade, as baterias próprias para motor elétrico são as de ciclo profundo. As automotivas são projetadas para fornecer uma grande corrente em um pequeno intervalo de tempo (tipicamente 200 a 400 ampères em 5 ou 15 segundos). Em compensação não aceitam ser descarregadas mais que 10% de sua capacidade nominal.
Já as baterias de ciclo profundo - ou estacionárias, como são mais conhecidas - fornecem corrente elétrica estável de forma contínua e prolongada (iluminação de emergência, nobreaks, centrais telefônicas etc.). Elas podem ser descarregadas até 60% de sua capacidade nominal.
Geralmente, as baterias chumbo-ácidas são de eletrólito líquido ou eletrólito geleado. As de eletrólito líquido podem ser do tipo standart (com acesso ao eletrólito para medições e adição de água) ou de baixa manutenção, das quais não existe acesso ao eletrólito. Nas baterias seladas, o eletrólito se torna uma espécie de gelatina pela adição de sílica.
Capacidade
A capacidade das baterias é medida em ampère X hora, ou seja, a corrente que pode ser fornecida durante determinado tempo até que a bateria esteja completamente descarregada. Usualmente, esta medida é feita em um período de 20 horas, embora alguns fabricantes apresentem valores medidos em outros intervalos. Assim, uma bateria de ciclo profundo de 100Ah fornecerá 5 ampères por 20 horas até a descarga completa. Como uma bateria não pode ser completamente descarregada, teremos uma capacidade nominal e uma capacidade efetiva (utilizável). No caso anterior, a capacidade nominal é de 100Ah; a capacidade efetiva será de 60Ah (60%).
Para se saber o estado de carga de uma bateria, é importante lembrar que ela é considerada 100% carregada quando apresentar uma tensão de 2,10v por célula (12,6v para os seis elementos) e completamente descarregada quando apresentar 1,75v por célula (10,5v para os seis elementos), medidas estas efetuadas sob carga nominal. O melhor jeito de medir o estado da carga é utilizar um voltímetro digital com precisão melhor que 5% (qualquer loja de eletrônica possui tais aparelhos a partir de R$ 20,00)
Mas como escolher a bateria certa? A coisa mais importante é ver no motor elétrico qual é a potência de operação por hora. Um motor de 36lb, por exemplo, gasta cerca de 30Ah/h numa bateria de 100Ah, respeitando 60% da capacidade nominal. É possível usar com segurança esse motor elétrico por 3 horas seguidas em potência máxima. Mas como o motor é usado para posicionar o barco, calcula-se que essa bateria dure o dia todo de pescaria, se ela acontecer numa lagoa sem correnteza.
Para recarregar a bateria de forma segura sem danificá-la, o recomendável é que seja usado um carregador de reposição lenta, pelo menos 10 horas, que não forneça mais que 15% de Ah nominal.
Dicas úteis
Nunca adicione água antes da carga, SEMPRE, depois. A exceção é somente se o eletrólito estiver exposto.
Dê preferência às baterias do tipo Standart com eletrólito líquido.
Baterias chumbo-ácidas não têm efeito memória. Ao contrário do que muitos pensam, não devem ser descarregadas totalmente, sob hipótese nenhuma.
Fuja de carregadores automotivos. Eles "fritam" as baterias em pouco tempo.
Para gerenciar o consumo e o saldo de Ah da bateria, existem aparelhos específicos no mercado. Eles são importantes para evitar surpresas no meio da pescaria. Fique ligado!

Outras citações sobre o assunto no Caterva:

http://www.caterva.com.br/forum/viewtop ... ht=bateria

http://www.caterva.com.br/forum/viewtop ... ht=bateria

http://www.caterva.com.br/forum/viewtop ... ht=bateria

Após isso:

Pergunto..

- Quais são as verdades e os mitos a respeito?

- Baterias devem ser sempre carregadas com 5 amperes de corrente?
- Os Carregadores, qual é a capacidade máxima de carga?
- Qual é a vida útil de uma bateria normal e uma de ciclo profundo?
- Uma vez totalmente carregada a bateria, ela pode perder sua carga com o tempo, caso não se utilize em breve a mesma?
- Uma vez totalmente descarregada, quantas vezes ela aguenta ser carregada?
- Por que quando fraca, se vc deixa o elétrico um pouco em repouso, ela dá uma carga inicial, e logo enfraquece novamente? parece que ela junta forças..

Bom pessoal, todas informações que vocês puderem adicionar serão mto bem vindas pra esclarescer bem este tópico.


Um abração!!
Rafael Fernandes
Joinville - SC
Caterva Barriga Verde
"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Guilherme Vasconcellos
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3186
Registrado em: Qui Abr 14, 2005 10:36 am
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor Guilherme Vasconcellos » Seg Mar 06, 2006 11:51 am

Rafa, te confesso que não li todas as informações, mas uma dica que o eletricista da mecânica onde carrego a minha me deu é, nunca deixar a bateria diretamente no chão (solo) ela vai perdendo carga, sempre que possível deixa-la sobre um estrado ou algo semelhante....
Respeito pelo peixe
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Re: Baterias, e Carregadores para Motor Elétrico -Verdades/M

Mensagempor João Rogério » Seg Mar 06, 2006 2:16 pm

- Baterias devem ser sempre carregadas com 5 amperes de corrente?
Não, 5 amperes é para uma carga rápida. O ideal é utilizar um carregador semi-inteligente, ou até mesmo um inligente. Que vai carregar com 3 amperes de corrente e a medida que a bateria for ficando carregada ele vai diminuindo essa corrente até chegar a menos de 1 amper. Assim não haverá chances de se danificar a bateria na recarga.

- Os Carregadores, qual é a capacidade máxima de carga?
Não intendi a pergunta, seria qual a maior bateria que um carregador pode carregar? Teoricamente não existe limites para um carregador, o que está escrito no primeiro texto da sua pergunta é 100% verdade.

- Qual é a vida útil de uma bateria normal e uma de ciclo profundo?
Usando em motor elétrico, devem durar entre 2 e 3 anos. A diferença de uma bateria de ciclo profundo é que seu sistema não deixa formar "craca" nos vasos, ou seja, oxido.
Esse oxido acaba fazendo papel de isolante para esses vasos e com o tempo a bateria acaba perdendo a capacidade. Isso não quer dizer que ela nunca vai entrar em curto, ou que ela dura mais que as outras.
Apenas vai manter a capacidade máxima da bateria por mais tempo, até chegar ao fim de sua vida útil.

- Uma vez totalmente carregada a bateria, ela pode perder sua carga com o tempo, caso não se utilize em breve a mesma?
Sim. Não so pode como perde.

- Uma vez totalmente descarregada, quantas vezes ela aguenta ser carregada?
O ideal é não deixar a bateria ser totalmente descarregada. A possibilidade de se perder a bateria tanto por memória como por curto e grande. Já vi baterias novas que foram totalmente descarregadas e nunca mais funcionaram, mas também já vi baterias serem constantemente descarregadas até o fim e pegarem carga normalmente, por várias vezes seguidas.

- Por que quando fraca, se vc deixa o elétrico um pouco em repouso, ela dá uma carga inicial, e logo enfraquece novamente? parece que ela junta forças..
Na verdade ela junta mesmo! hehhe!!! Isso acontece por causa da despolarização dos elementos durante o uso da bateria, depois que ela volta ao estado de repouso, esses elementos ficam polarizados
novamente, mas é só por poucos instantes, pois na verdade já ocorreu a descarga do eletrólito.
Abraços,
J R
"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Re: Baterias, e Carregadores para Motor Elétrico -Verdades/M

Mensagempor Rafael Fernandes » Seg Mar 06, 2006 2:25 pm

João Rogério escreveu:-

- Os Carregadores, qual é a capacidade máxima de carga?
Não intendi a pergunta, seria qual a maior bateria que um carregador pode carregar? Teoricamente não existe limites para um carregador, o que está escrito no primeiro texto da sua pergunta é 100% verdade.




Legal JR, muito esclarescedor sua msg, Obrigado!
é o seguinte, qual a corrente máxima que existe de carregadores?
o cara da minha marina, afirma que o carregador dele carrega minha bateria de 110 A em 4 horas.
Eu já disse umas 15 vezes pra ele, que carga pra dar partida é uma coisa, e carga pra usar com elétrico é outra..

Outra pergunta, já que vi que vc entende do assunto..

Como saber quando uma bateria está indo, ou foi pro pau???
estou pensando em comprar um voltímetro.. é o equip ideal???

Abraço Jota!!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Cassio Ferreira Nunes
ANZOL DE OURO
Mensagens: 927
Registrado em: Seg Set 12, 2005 10:17 pm
Localização: Patrocinio - MG

Mensagempor Cassio Ferreira Nunes » Seg Mar 06, 2006 2:52 pm

Rafael
O certo e voce ver quantos amperes o carregador dele carrega por hora
e fazer o calculo . Mas com 4 horas ou ele ta dando carga rapida na sua bateria ou não esta completando a carga dela . Das duas formas sua bateria vai estar comprometida.
Eu não confio este serviço para quem não tem conhecimento, normalmente levo as baterias para casa e faço eu mesmo a recarga
meu carregador tem amperimetro por isto fica facil de acompanhar
ele começa com 10am e vai ate zerar. Gasto normalmente umas 12h para carregar elas completamente.

Abraços

Cassio
Cassio F Nunes
Dia bom para pescar é segunda feira, tem pouco vagabundo pra atrapalhar
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Re: Baterias, e Carregadores para Motor Elétrico -Verdades/M

Mensagempor João Rogério » Seg Mar 06, 2006 3:13 pm

Legal JR, muito esclarescedor sua msg, Obrigado!
é o seguinte, qual a corrente máxima que existe de carregadores?
o cara da minha marina, afirma que o carregador dele carrega minha bateria de 110 A em 4 horas.
Eu já disse umas 15 vezes pra ele, que carga pra dar partida é uma coisa, e carga pra usar com elétrico é outra..

Exatamente: Ou esse carregador dele é espírita, ou vai detonar sua bateria.
Existem carregadores de voltagens muito altas, já vi carregadores de 25Ah, mas estes são para outro tipo de uso, em outro tipo de baterias, como carregar bancos de bateriais de grande porte, etc.
Para carregar nossas baterias o ideal é usar um de 3Ah, o meu é um semi-inteligente, se a bateria estiver totalmente descarregada, ele demora 36 horas para carrega-la novamente. ( Bateria de 90Ah )

Como saber quando uma bateria está indo, ou foi pro pau???
Vc só vai saber que ela foi pro pau quando ela não pegar mais carga, ou quando começar a durar muito pouco essa carga.
Sobre o voltímetro, é um bom aliado para controlar a bateria, mas com ou sem ele, a vida útil da bateria vai ser o mesmo. Pois vamos continuar usando ela da mesma forma.
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Seg Mar 06, 2006 3:26 pm

Legal,
e qual a diferença da carga rápida e a carga lenta?
ambas duram a mesma coisa?
o que muda é o desgaste das placas da bateria?
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Seg Mar 06, 2006 4:21 pm

Rafael Fernandes escreveu:Legal,
e qual a diferença da carga rápida e a carga lenta?
ambas duram a mesma coisa?
o que muda é o desgaste das placas da bateria?



Sim. Uma carga rápida tem a mesma capacidade que uma carga lenta, a diferença é que uma carga rápida faz a bateria superaquecer, com isso os vasos se rompem e entram em curto.
Qualquer valor acima de 5Ah é considerado arriscado para se carregar baterias do porte que nós usamos. Por isso que eu uso um de 3Ah.
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Seg Mar 06, 2006 4:32 pm

Valew Jota, vo conversar mais de perto com os caras lá..
agora eu tenho cartas na manga.. rsrsrs


Abraços!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47702
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Localização: São José dos Pinhais - PR
Contato:

Mensagempor NELSON MACIEL » Seg Mar 06, 2006 10:54 pm

Este menino manja muito de baterias ... Cargas, amperagem, chupeta ... É com ele mesmo ...rs...
Nelson Maciel
/ctf

FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Avatar do usuário
Tardeli
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 5628
Registrado em: Qui Nov 24, 2005 3:47 pm
Localização: Santo André - SP

Mensagempor Tardeli » Seg Mar 06, 2006 10:57 pm

kkkkk kkkkk kkkkk kkkkk kkkkk

Tardeli
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Ter Mar 07, 2006 9:24 am

Se liga tio.
Quem é mesmo que usa brinquinho e passa batom?
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 9:26 am

e que tem barbie... rsrsrs
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 9:45 am

Ó achei mais este texto mto legal sobre as baterias:

Fonte: Enduro.hpg.com.br


Baterias a acido são usadas como suprimento de energia independente da moto estar em funcionamento. Em motocicletas de enduro, como não há quase nenhum acessório, é usada principalmente para a partida do motor. Hoje em dia, os modernos motores 4T estão tomando o lugar dos nervosos 2T por causa das normas cada vez mais rigorosas de controle das emissões de poluentes. Mas, o motor 4T é mais difícil de ligar, então, as motos estão vindo com partida elétrica. Para não aumentar muito o peso da moto (outra desvantagem do 4T contra o simples 2T) as fábricas estão optando por retirar o sistema de partida a pedal. Por isso vê-se a necessidade de manter todo sistema elétrico em bom estado por quê se algo falhar vai ter que empurrar a moto e recorrer ao famoso "tranco" nem sempre possível nas trilhas da vida.


Mas como funciona?
O que acontece quando uma bateria está descarregando?
No processo, o ácido sufúrico (H2SO4) dissocia-se passando os SO4 ao chumbo (Pb) de ambas as placas (positiva e negativa) formando nelas o sulfato de chumbo (PbSO4); os H2 roubam o oxigênio do óxido de chumbo (PbO2) da placa positiva, formando água (H2O) que diminui a concentração ácida do eletrólito. A reação química gera a corrente elétrica (elétrons livres que lentamente se reúnem nas placas negativas). Se o processo continuar, o eletrólito pode se transformar em água pura e as placas podem ser cobertas de sulfatação (PbSO4) então a atividade elétrica dentro da bateria pode ser paralisada.

O que acontece quando uma bateria está carregando?
A carga elétrica fluindo ao contrário faz a sulfatação liberar seu sulfato para a solução eletrolítica. O processo faz a placa e a solução voltarem à sua composição original. Pode se ver bolhas que são formadas de oxigênio e hidrogênio. Estes gases são expelidos pelo respiro. A água é formada pela combinação dos gases oxigênio (O2) e hidrogênio(H) = (H2O), razão pela qual só se deve completar o nível somente com água destilada.

Reações de autodescarga.
As baterias têm tendência a descarregar. A energia armazenada na bateria se perde a uma razão de 0,01 a 0,30 volt por mês a 25°C. Caso a temperatura aumente, a bateria descarrega mais rápido. A 35°C a bateria descarrega duas vezes mais rápido que a 25°C. Alguns acessórios instalados nas grandes motos drenam energia mesmo com a chave desligada. Relógios e a memória de computadores de bordo estão entre os mais comuns. Para checar a corrente de descarga desses componentes ou se há alguma pequena fuga de corrente, desconecte o fio positivo da bateria e meça com o multímetro a corrente de descarga. (por exemplo na Falcon a fuga máxima expecificada é 0,1mA) Na falta de um multímetro coloque uma lâmpada pequena como as de painel. Se ela acender mesmo que fraquinho pode estar havendo alguma fuga de corrente.




Teste de baterias
Quanto de carga tem na bateria?
Há dois métodos de verificar a carga na bateria. Usando um densímetro para verificar a concentração de acido na solução eletrolítica ou medindo a "voltagem" da bateria com um multímetro.





Estado da carga Volts Densidade .
100% carga
batera selada 13,00V - Ok
100% carga
sulfate stop
12,80V 1.280 Ok
100% carga
bateria comum 12,60V 1.265 Ok
75% carga 12,40V 1.210 Ok
50% carga 12,10V 1.160 carregar
25% carga 11,90V 1.120 carregar
0% carga menos que 11.80 V menos que 1.100 carregar



Há um segundo teste. Se os faróis da moto ligam com o motor desligado, ligue-os e meça a "voltagem" da bateria. Se estiver abaixo de 11,5V a bateria precisa de carga. Caso os faróis só funcionem com a moto ligada ou sua moto não tem farol ligue uma lâmpada de farol como abaixo.



Você pode construir um aparelhinho com um pouco de conhecimento de eletrônica para mostrar o estado da carga da bateria. Se a bateria possuir mais de 10V o LED verde acende. Caso contrário o LED vermelho acenderá.



Carregando a bateria

A carga reverte o processo destrutivo da bateria que acontece quando ela descarrega. As placas e o eletrólito que tinham sido transformados em sulfatação e em água são restaurados em sua composição original. Se a bateria está muito ruim pode ser que ela não aceite a carga.

1) Retire as tampas da bateria.
2) Sempre coloque as garras do carregador primeiro na bateria. Depois ligue a corrente elétrica.
3) Carregue a bateria com 1/10 da capacidade nominal da bateria. (uma bateria de 7Ah deve ser carregada com 0,7Ah)
4) Teste a bateria com um multímetro ou com um densímetro até que a bateria atinja 100% da sua carga. Carregar mais que o tempo necessário corroi as placas.
5) Adicione água destilada caso o nível da solução esteja abaixo do máximo.

Se a bateria aquecer durante o processo de carga, pare o carregamento e aguarde a bateria esfriar.

Algumas vezes uma bateria não segura carga. É por que ela está excessivamente descarregada e o carregamento está ocorrendo somente na superfície das placas. Neste caso a bateria precisa de ser carregada à baixa corrente por um longo período.

Esquema construir um carregador de baterias em casa. R2 determina a corrente de carga e pode ser aumentado para uma carga mais lenta. O LED indica que a bateria está em carga.



Ativação de baterias novas.
Uma bateria nova, após a colocação da solução, têm aproximadamente 80% da sua carga. Deve-se carregar a bateria com carga lenta após ativação para evitar que a bateria seja carregada pelo gerador da moto o que pode aquecer as placas. Quanto mais tempo a bateria ficou estocada, menor será sua carga inicial. Por isso deve-se preferir baterias com data de fabricação mais recente.

1) Teste o sistema de carga da moto e verifique possíveis fugas de corrente para ter certeza que o defeito é na bateria.
2) Remova a tampa do respiro da bateria.
3) Coloque a solução que vem com a bateria até o nível máximo.
4) Deixe a bateria descansar por 30 minutos. Balance a bateria gentilmente para expulsar bolhas de ar. Se necessário complete o nível com a solução eletrolítica. Não deve ser adicionado mais solução eletrolítica na bateria após essa etapa
5) Carregue a bateria com uma carga equivalente à 1/10 da carga nominal até que ela esteja com carga total. Se durante a carga o nível da solução abaixar, complete somente com água destilada.
6) Proteja os terminais da bateria com graxa ou vaselina. Conecte o tubo de respiro. Verifique se a ponta do tubo de respiro não está encostando na moto.


Informações sobre segurança.
Baterias basicamente possuem dois perigos:

1) Gases potencialmente explosivos (oxigênio e hidrogênio)

-Não fume, não produza chamas ou faíscas próximo a baterias
-Antes de dar carga em baterias convencionais, retire as tampas.
-Só dê carga em locais ventilados.
-Se a bateria ficar quente durante a carga, pare a carga e espere a bateria esfriar. Calor estraga as placas e a bateria pode explodir.
-Esteja certo que o tubo de respiro da bateria está desobstruído e sem dobras.




2) Acido sulfúrico que é extremamente corrosivo.

-Sempre use óculos de proteção, luvas e roupas protetoras.
-Lave qualquer respingo de ácido com água e sabão.
-Em caso de ingestão, beba grandes quantidades de leite ou água com leite de magnésia, óleo vegetal ou ovos batidos. Procure ajuda médica.
-Em caso de contato com os olhos lave com água durante vários minutos e procure ajuda médica.
-Retorne sua bateria usada para a loja onde você comprou. Eles são obrigados por lei a receber a bateria e destinar ela para reciclagem. Baterias contém chumbo e ácidos que podem contaminar o meio ambiente.

Mantenha baterias fora do alcance de crianças.

Alguns componentes elétricos podem ser danificados caso os terminais da bateria ou conectores sejam ligados ou desligados com a ignição ligada e houver presença de corrente elétrica.

Remoção: Desacople primeiro o cabo negativo da bateria, depois o cabo positivo.
Instalação: Acople primeiro o cabo positivo, depois o negativo.



Tabela de aplicação.





Fonte:
Yuasa
Battery-chargers
Battery Stuff
Battery Faq
Eurobat

Saiba mais: Bosch
off road.com
Circuitos elétricos
Velas
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Márcio Ravachi
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 4237
Registrado em: Ter Abr 26, 2005 7:47 am
Localização: Curitiba - PR
Contato:

Mensagempor Márcio Ravachi » Ter Mar 07, 2006 9:57 am

Rafa aquele fdp esta é te enganando ele não esta dando carga nenhuma .
Mas pela minha vivencia é exatamente o que o Jr escreveu , não existe milagre . Para você dar uma carga correta , carregador de no máximo 3amp/hora , fica 2 ou 3 dias na carga .
Vou te dar uma explicação bem leiga :
Qdo você coloca um carregador de 10amp/hora ele carrega sua bateria até uns 40% da capacidade da bateria , depois ele afunila a entrada e ferve . Outra coisa que você esta errando . Não se usa bateria automotiva para motor eletrico , tem que usar bateria estacionária .
O Jansen andou comprando uma em uma fábrica de Curitiba que chama-se Guairão , vou ver com ele como é o esquema .
Naquela situação de pesca dentro do " lago " , uma bateria estacionária de 90 a 110 amp vai durar no mínimo duas pescarias .
Vou dar uma procurada em baterias e carregadores para você , depois te conto , mas prepara o bolso . Eu imagino que dará um gasto de uns r$ 300,00 + - . Aquele amigo que arruma os elétricos que te falei fabrica um carregador tezão (inteligente) , vou ver qto custa.
MÁRCIO DINOR RAVACHI - O POISNÃ
"um dia acho esse pesqueiro " ... "Imagem
Avatar do usuário
Guilherme Vasconcellos
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3186
Registrado em: Qui Abr 14, 2005 10:36 am
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor Guilherme Vasconcellos » Ter Mar 07, 2006 10:03 am

POISNÃ escreveu:Rafa aquele fdp esta é te enganando ele não esta dando carga nenhuma .
Mas pela minha vivencia é exatamente o que o Jr escreveu , não existe milagre . Para você dar uma carga correta , carregador de no máximo 3amp/hora , fica 2 ou 3 dias na carga .
Vou te dar uma explicação bem leiga :
Qdo você coloca um carregador de 10amp/hora ele carrega sua bateria até uns 40% da capacidade da bateria , depois ele afunila a entrada e ferve . Outra coisa que você esta errando . Não se usa bateria automotiva para motor eletrico , tem que usar bateria estacionária .
O Jansen andou comprando uma em uma fábrica de Curitiba que chama-se Guairão , vou ver com ele como é o esquema .
Naquela situação de pesca dentro do " lago " , uma bateria estacionária de 90 a 110 amp vai durar no mínimo duas pescarias .
Vou dar uma procurada em baterias e carregadores para você , depois te conto , mas prepara o bolso . Eu imagino que dará um gasto de uns r$ 300,00 + - . Aquele amigo que arruma os elétricos que te falei fabrica um carregador tezão (inteligente) , vou ver qto custa.


Márcio, tb tenho interesse nesse carregador.
Que dia é o churras no clube essa semana?
Respeito pelo peixe
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Ter Mar 07, 2006 10:35 am

POISNÃ escreveu:Rafa aquele fdp esta é te enganando ele não esta dando carga nenhuma .
Mas pela minha vivencia é exatamente o que o Jr escreveu , não existe milagre . Para você dar uma carga correta , carregador de no máximo 3amp/hora , fica 2 ou 3 dias na carga .
Vou te dar uma explicação bem leiga :
Qdo você coloca um carregador de 10amp/hora ele carrega sua bateria até uns 40% da capacidade da bateria , depois ele afunila a entrada e ferve . Outra coisa que você esta errando . Não se usa bateria automotiva para motor eletrico , tem que usar bateria estacionária .
O Jansen andou comprando uma em uma fábrica de Curitiba que chama-se Guairão , vou ver com ele como é o esquema .
Naquela situação de pesca dentro do " lago " , uma bateria estacionária de 90 a 110 amp vai durar no mínimo duas pescarias .
Vou dar uma procurada em baterias e carregadores para você , depois te conto , mas prepara o bolso . Eu imagino que dará um gasto de uns r$ 300,00 + - . Aquele amigo que arruma os elétricos que te falei fabrica um carregador tezão (inteligente) , vou ver qto custa.


Sí uma coisa Márcio, uma bateria estacionária e uma automotiva tecnicamente são a mesma coisa. Ambas são fabricadas usando a mesmo princípio. A única diferença é que a estacionária não deixa formar aquele oxido isolante nos vasos, fazendo com o que a bateria forneça uma corrente mais constante que na bateria automotiva comum. Mas isso não impede que se use baterias automotivas em motores elétricos. Ano passado usamos o ano inteiro uma bateria que já estava refugada de um banco de nobreaks da GVT. Funcionou bem o ano inteiro e só arriou as pernas de vez no final do ano. E olha que o uso dela era sempre ao extremo, pois sempre usavamos ela até o final. Esse bateria era uma automotiva de 90Ah.
As empresas que possuem bancos de nobreaks, normalmente possuem uma sala cheia de baterias para suprir as necessidades dos seus equipamentos. Hoje estamos instalando baterias automotivas na maioria dos bancos que vendemos, pois o custo benefício compensa. Já que ambas as baterias são sempre trocadas de 3 em 3 anos.
As estacionárias, que foram desenvolvidas para este fim, estamos deixando de lado, pois o custo da instalação dobra para o cliente. E como ele vai trocar as baterias no mesmo prazo, está compensando e muito utilizar as comuns.
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Ter Mar 07, 2006 10:42 am

Apenas para se ter uma noção das diferenças:
Essa bateria é vendida pela martinelli por R$320,00:
Imagem
http://www.martinellishop.com.br/produtos.asp?codigo_categoria=1401&nome_categoria=Baterias%20Náuticas

Eu compro uma bateria do mesmo tamanho por R$190,00 automotiva. Que se for bem cuidada, respeitando o limite de 3Ah para se carregar e não deixar ela "zerar" cada vez que formos pescar, vai durar a mesma coisa que a da martinelli.
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Márcio Ravachi
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 4237
Registrado em: Ter Abr 26, 2005 7:47 am
Localização: Curitiba - PR
Contato:

Mensagempor Márcio Ravachi » Ter Mar 07, 2006 2:12 pm

Pois é Jr , eu comentei agora pouco com o Tite que é mecanico que iria procurar uma bateira para o Rafa ele me falou que agrande diferença da automotiva e da estacionária e exatamente esse problema de não deixar zerar . Agora me fala uma coisa , quando você esta pescanso como é que faz para não deixar zerar ?

Rafa , o preço da bateria da Guairão é de r$ 220,00 , chora daqui e dali vai ficar o mesmo preço desta do Jr , acho essa dele uma boa .

O carregador o Marcelo deve cobrar uns r$120,00 + - , só que o que acho interessante que ele é inteligente e tem um cooler que impede que o bichinho derreta . Esse ser inteligente significa que ele manda 5 amperes depois manda 3 e finaliza mandando 1 , e entra em flutuação , aí acende um led que significa que a carga esta concluida . estou usando este carregador fazem 8 meses , quase que compro outra bateria , tenho uma superlight comprada na Martinelli que esta em uso a 2 anos , acho até que estorei um vazo dela com um carregador fdp , mas tá aguentando um dia inteiro de maré bombada , no Capiva dura dois dias tranquilo
MÁRCIO DINOR RAVACHI - O POISNÃ

"um dia acho esse pesqueiro " ... "Imagem
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 4:02 pm

Gostei do preço da Bateria do Seu amigo Marcio,

Seguinte, isso aqui vai virar um livro de consultas depois..
Hoje estive em uma auto elétrica, perguntando sobre a tal bateria de emergência, ou estacionária,
o cara que me atendeu nem sabia do que se tratava, mais me indicou um senhor que mexe com eletronica e fabrica carregadores, fui até a casa deste senhor, ele me atendeu e batemos um papo,
ele me mostrou o seu menor carregador, era de 10A :?: :?: :shock: os outros eram tudo de 15 pra cima...
putz, aih falei pra ele, que eu tinha pesquisado e tal, e que o ideal seria de 3 a 5 ..
ele falou que isso não tinha mto a ver, que o carregador do alternador empurra 158 A
e disse que o carregador depois vai baixando..
Ele disse tbm que não tem diferença mta entre a estacionária e a auto..
o que ele disse eh pra procurar baterias que NÃO sejam livres de manutenção, pois são seladas, e tu não tem acesso a agua,
ele disse pra comprar uma que de pra colocar agua de uns 3 em 3 ou 4 em 4 meses.. fazer uma manutenção.. sempre agua destilada ou ácido..
disse que assim a bateria pode durar até uns 4 anos se bem cuidada...

ele me mostrou um artefato pra medir a carga da bateria, Densímetro, onde, puxa a agua no aparelhinho e v a carga, conforme a densidade da agua da bateria,
no voltímetro também dá pra ver...
bom, ele disse que já vendeu uns 2000 daqueles e nunca ng voltou pq queimou a bateria..
daih me pergunto, o que há de errado?
hahahaha


Fui tbm numa loja que tem um carregador pra vender por 158, um luf lux, semi int, com flutuador, lenta de 3 e rápida de 5 a 7, com amperímetro.. o que acham??
esse amperímetro serve pra ver algo??

Quanto a descarregar por total, a ultima inst que fiz no meu barco, o cara botou uma chave de corte, pras minhas duas baterias, quando eu vejo que uma está acabando, eu já troco pra outra, o que evita que zere por completo....


Abração e obrigado pela ajuda Marcio e Jota!!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Márcio Ravachi
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 4237
Registrado em: Ter Abr 26, 2005 7:47 am
Localização: Curitiba - PR
Contato:

Mensagempor Márcio Ravachi » Ter Mar 07, 2006 4:22 pm

Rafa eu só adminsitro minha bateria via voltimetro , tudo isso que você esta passando eu ja passei . E te digo cf email que te mandei a pouco , teu problema é carregador e não bateira .
Agora me pérmita pela pouca intimidade que temos de te falar uma coisa , aquela chave de corte é c***** , lembre-se que aquilo é um dejuntor caseiro que não foi feito para aguentar maresia e principalmente um banho de água salgada , que pode acontecer por acidente . Existe chave seletora marinizada , aí sim , mas aquilo daqui uns 6 meses vai te deixar na mão .
Te juro que se você fosse meu amigo estilo Jansen assim , eu tinha falado para você arrancar tudo aquilo na hora , só que imagina a sena :

Vem um babaca de Curitiba , se metar a dar palpite no seu barco que esta fazendo o maior favor do mundo de leva-lo para pescar , me parece que esta disfazendo , entende . Por mais que eu te considere uma pessoa bastante inteligente , não posso arriscar a perder um amigo futuro que vai me dar essa liberdade , alias o Edy também pensou mais não falou nada pelo mesmo motivo .
Qto a bateria sem manutenção - Certissimo o cara que falou , bateria para o nosso uso - só com água - nem gel eu não boto fé .
Bom como já dei palpite demais , coloco-me ao seu dispor para eventual palpite . Um abraço (pela frente)
MÁRCIO DINOR RAVACHI - O POISNÃ

"um dia acho esse pesqueiro " ... "Imagem
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 4:27 pm

Que isso, tá certo vc de falar, tu acha que se eu tivesse experiência suficiente pra te dar um palpite ou dica.. eu ia é falar mesmo...
é bom saber que aquilo pode dar caca...
vo estudar o que pode ser feito..
a chave marinizada, é loca de cara..
quem sabe meter um wd ali de vez em qd, ajude um pouco..
eu tenho que trocar uma idéia com o cara que fez a instalação e já vou perguntar a respeito...
Obrigado por me avisar!!!
Valew Fera!!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Ter Mar 07, 2006 4:53 pm

Rafael Fernandes escreveu:Gostei do preço da Bateria do Seu amigo Marcio,

Seguinte, isso aqui vai virar um livro de consultas depois..
Hoje estive em uma auto elétrica, perguntando sobre a tal bateria de emergência, ou estacionária,
o cara que me atendeu nem sabia do que se tratava, mais me indicou um senhor que mexe com eletronica e fabrica carregadores, fui até a casa deste senhor, ele me atendeu e batemos um papo,
ele me mostrou o seu menor carregador, era de 10A :?: :?: :shock: os outros eram tudo de 15 pra cima...
putz, aih falei pra ele, que eu tinha pesquisado e tal, e que o ideal seria de 3 a 5 ..
ele falou que isso não tinha mto a ver, que o carregador do alternador empurra 158 A
e disse que o carregador depois vai baixando..
Ele disse tbm que não tem diferença mta entre a estacionária e a auto..
o que ele disse eh pra procurar baterias que NÃO sejam livres de manutenção, pois são seladas, e tu não tem acesso a agua,
ele disse pra comprar uma que de pra colocar agua de uns 3 em 3 ou 4 em 4 meses.. fazer uma manutenção.. sempre agua destilada ou ácido..
disse que assim a bateria pode durar até uns 4 anos se bem cuidada...

ele me mostrou um artefato pra medir a carga da bateria, Densímetro, onde, puxa a agua no aparelhinho e v a carga, conforme a densidade da agua da bateria,
no voltímetro também dá pra ver...
bom, ele disse que já vendeu uns 2000 daqueles e nunca ng voltou pq queimou a bateria..
daih me pergunto, o que há de errado?
hahahaha


Fui tbm numa loja que tem um carregador pra vender por 158, um luf lux, semi int, com flutuador, lenta de 3 e rápida de 5 a 7, com amperímetro.. o que acham??
esse amperímetro serve pra ver algo??

Quanto a descarregar por total, a ultima inst que fiz no meu barco, o cara botou uma chave de corte, pras minhas duas baterias, quando eu vejo que uma está acabando, eu já troco pra outra, o que evita que zere por completo....


Abração e obrigado pela ajuda Marcio e Jota!!


A única coisa que este senhor fala que está errado, é o fato da bateria não dar problema quando carregada em uma carga de 15A, o resto ele está absolutamente certo.
Compre um carregador bom. Este é o grande segredo para uma vida longa de sua bateria.
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Canali
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 4559
Registrado em: Seg Fev 14, 2005 2:41 pm
Localização: Porto Alegre - RS

Mensagempor Canali » Ter Mar 07, 2006 5:26 pm

Estou acompanhando o tópico, é um dos melhores dos ultimos tempos.... Parabéns gurizada...

Pelo que entendi até agora, qualquer bateria forte, automotiva mesmo, não selada e de marca boa aguenta o eletrico????? E o que mantém ela em ordem é um carregador semi ou inteligente de carga lenta???

É isso?

Uma pergunta em função do caiaque e do eletrico que pretendo adaptar nele... Bateria de moto aguenta o tranco????? E se usasse um sonar junto?????

Abraços

Ricardo
Avatar do usuário
João Rogério
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1778
Registrado em: Seg Set 13, 2004 3:50 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor João Rogério » Ter Mar 07, 2006 5:38 pm

canali escreveu:Estou acompanhando o tópico, é um dos melhores dos ultimos tempos.... Parabéns gurizada...

Pelo que entendi até agora, qualquer bateria forte, automotiva mesmo, não selada e de marca boa aguenta o eletrico????? E o que mantém ela em ordem é um carregador semi ou inteligente de carga lenta???

É isso?

Uma pergunta em função do caiaque e do eletrico que pretendo adaptar nele... Bateria de moto aguenta o tranco????? E se usasse um sonar junto?????

Abraços


Ricardo


Canali, resumindo é isso mesmo o que vc falou. Apenas atentar para não deixar a bateria zerar sempre.

Quanto a sua última pergunta, uma bateria de moto não aguenta o tranco, a capacidade dela é muito pequena. Tem que usar uma bateria grande, é só ver o consumo do seu motor elétrico e da bateria que quer colocar.
Uma moto grande como as Ducati 1100, usam uma bateria de 16Ah, tomando por base um motor de 36lb, que consome algo em torno de 30Ah, essa bateria vai aguentar meia hora tocando seu caiaque em rotação máxima. Por isso usamos baterias grandes, com mais de 90Ah, para dar pelo menos 3 horas de funcionamento com o motor no máximo. Esse consumo cai bastante se abaixar-mos a velocidade do motor. Mas continuo achando uma bateria de moto muito pequena pra isso.

E tem outra, uma bateria dessas custa mais caro que uma automotiva! hehehehe!!!!
Abraços,

J R

"Que as pulgas de mil camelos infestem o C* daquele que estragar seu dia e que os braços dele sejam muito curtos pra coçar!"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 5:40 pm

Pelo que entendi até agora, qualquer bateria forte, automotiva mesmo, não selada e de marca boa aguenta o eletrico????? E o que mantém ela em ordem é um carregador semi ou inteligente de carga lenta???

É isso?


Isso, Bateria forte e bem carregada, durante o tempo necessário conforme o carregador e sua carga máxima, em carga lenta pra não danificar as placas.

Uma pergunta em função do caiaque e do eletrico que pretendo adaptar nele... Bateria de moto aguenta o tranco????? E se usasse um sonar junto?????

Depende da Capacidade da Bateria, se não me engano as baterias para moto, não tem tantos ampéres, entretanto o caiaque é mais leve que um barco o que resulta em menos esforço e consumo.. pois vc não irá precisar das maiores marchas.
Mais acho que você irá acabar ficando na mão...


Abração!!



Abraços
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 6:00 pm

Pra engrossar o caldo da nossa conversa eu liguei pro Sr Ernesto, empresário, dono da MotoNáutica Spiess, dos motores elétricos aqui de joinville,
tenho uma certa amizade com ele, e ele me forneceu uma tabela de consumo dos motores elétricos dele, em suas libragens.

Segue a tabela abaixo

Marcha/Libragem 36LB 45LB 55LB
1 9 A/H 9 A/H 9 A/H
2 12 A/H 12 A/H 13 A/H
3 14 A/H 15 A/H 16 A/H
4 18 A/H 20 A/H 23 A/H
5 30 A/H 35 A/H 45 A/H

Segundo ele, este consumo é para o motor frio e arrancadas intermitentes, após quente e estável, para quem usa o motor como tração na popa, e não pra manobra, no liga e desliga, pode ter uma economia na base de no máximo 5%

Agradecimento Especial ao Sr Ernesto que gentilmente cedeu a tabela.

Mais informações sobre a empresa e os motores elétricos em
www.motonauticaspiess.com.br

Abração!!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Ter Mar 07, 2006 6:02 pm

eu nem tinha visto, mais tem a tabela no site, junto com mais informações!!

Abração!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47702
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Localização: São José dos Pinhais - PR
Contato:

Mensagempor NELSON MACIEL » Ter Mar 07, 2006 9:40 pm

Ótimo tópico ... Parabéns aos participantes.
Por este motivo ficará com Tópico Fixo por algum tempo ...
Nelson Maciel
/ctf

FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Avatar do usuário
Fábio Gessullo
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 4403
Registrado em: Sex Abr 08, 2005 7:07 pm
Localização: Taubaté - SP

Baterias

Mensagempor Fábio Gessullo » Sáb Mar 11, 2006 8:12 pm

Realmente o tópico está excelente !
Tirei muitas dúvidas sobre baterias.
Acho que vale a pena trocar algumas informações práticas ...
Uso baterias automotivas de 90 Ah, possuo 2 ... uma fabricada pelo próprio revendedor de marca Qualcomm ... e uma da marca comercial Cral.
Meu carregador é de 15 Ah automático.
Com uso de motor elétrico Minn Kota de 32 libras, a vida destas baterias é pouco mais de 1 ano, algo em torno de 50 a 60 pescarias.
Tem-se a opção de trocar o ácido e elas duram mais 1 ano, mas não carregam tanta carga como quando eram novas.
Tenho o costume de chegar da pescaria e já colocar a bateria para carregar.
De prática, não costumo zerar a carga da bateria, realmente ela não volta a ter a mesma força.
Fábio Gessullo

"Eventually all things merge into one ... and a river runs through it ... I am haunted by waters"

Imagem
Avatar do usuário
Rick Morais
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1458
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:18 pm
Localização: São Paulo - SP
Contato:

Mensagempor Rick Morais » Dom Mar 12, 2006 4:03 pm

O texto retirado do Webpesca é da minha matéria.

Dei um ralo pra conseguir as informações corretas.

Fui atrás das informações inclusive conversando com pessoal que entende bem sobre baterias.

Aprendi muita coisa interessante.

Vou colocando no Webpesca aos poucos pq é muita informação.

abraço
Rick
Avatar do usuário
Carlos OGAsawara
GARATÉIA DE ADAMANTIUM
Mensagens: 18269
Registrado em: Sex Set 10, 2004 8:58 am
Localização: Curitiba - PR
Contato:

Mensagempor Carlos OGAsawara » Dom Mar 12, 2006 4:59 pm

João Rogério escreveu:Se liga tio.
Quem é mesmo que usa brinquinho e passa batom?


kkkkkkkkkkkkkkkkk
Avatar do usuário
Renato Janone
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1415
Registrado em: Seg Fev 06, 2006 6:45 pm
Localização: Belo Horizonte - MG

Mensagempor Renato Janone » Sáb Mar 18, 2006 9:59 pm

NEM COMENTO DEPOIS DESSE ALTO NÍVEL DE DEBATE.
AS MINHAS DÚVIDAS FORAM TIRADAS E JÁ SALVEI O TEXTO NO MEU HD.
OBRIGADO AO RAFAEL E AO JOÃO.
CORDIALMENTE
RENATO.
Um abraço cordial;
Renato Janone.
Avatar do usuário
murilobredt
CALOURO
Mensagens: 49
Registrado em: Qua Jun 22, 2005 11:12 am
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor murilobredt » Qui Mar 30, 2006 11:17 pm

Estou só capatando informações. Já que não entendo nada de bateria mesmo. Mas se alguém tiver com dor posso ajudar.hehe
Pulei do barco, vá ser rider.... ... game mesmo...

PEPINO É HEMER, LINGUÇA É BLUMENAU
Avatar do usuário
ZezinhoVET
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3537
Registrado em: Qua Jun 15, 2005 10:08 pm
Localização: Uberlândia - MG
Contato:

Mensagempor ZezinhoVET » Dom Jun 25, 2006 12:19 pm

ótimo tópico ... realmente me tirou grandes duvidas !
abraço !
ZezinhoVET
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Qui Jun 29, 2006 2:14 pm

Recentemente minhas baterias estavam tendo um desgaste excessivo, levei num especialista, e ele fez uma analise geral, deu uma revisão nas placas e trocou o ácido, voltaram a ficar bala... as vezes a gente já joga a bateria fora, por isso consultem alguém antes...

deem uma olhada nos textos abaixo..

Chumbo-ácido inventada nos anos 1800, tem como componentes básicos o chumbo ou óxido de chumbo e o ácido sulfúrico. Vantagens: custo relativamente baixo, resistência a grandes variações de temperatura e grande durabilidade. Desvantagens: pesada, consome bastante tempo para ser carregada, descarrega-se rapidamente, sofre queda (pequena, porém constante) de voltagem durante sua utilização e não pode ser recarregada totalmente com tanta frequência quanto os outros tipos. Além disso, sua melhor utilização é a esporádica, uma vez que este tipo de bateria é desenhado para ser constantemente carregada e eventualmente descarregada (ex.: é o tipo utilizado em automóveis, sendo carregada com o motor em funcionamento e descarregada nas partidas)

Manutenção preventiva:

Para que o módulo de automação de carga possa ser utilizado de forma adequada, é indispensável acompanhar periodicamente o estado de conservação da bateria. Caso seja utilizada bateria do tipo chumbo-ácido (PbSO4), é fundamental verificar o nível da solução, pois a cada carga e descarga ocorrerão perdas por evaporação. Neste caso deve-se completar o nível da solução com água destilada. Isto não será necessário, caso utilize bateria do tipo selada, pois a mesma dispensa estes cuidados. Além disso, é importante também verificar sempre o estado de conservação dos terminais da bateria, para que não haja oxidação e corrosão nos mesmos. Isto evitará eventuais maus-contatos e prolongará a vida útil da bateria.
Tempo de carga:
Será determinado em função da capacidade da bateria utilizada em Ah (Ampéres-hora) e pela amperagem máxima do carregador ou fonte de alimentação utilizada. Quanto menor a capacidade da bateria ou maior a amperagem máxima do equipamento, menor será o tempo de carga. Exemplo: um carregador ou fonte de alimentação de 5A utilizando uma bateria de 12V/90Ah irá proporcionar 18 horas de carga. Com um carregador de 10A ou utilizando bateria de 45Ah, o tempo de autonomia será de 9 horas.
Escolha do equipamento (carregador manual ou fonte de alimentação):
Por questões de segurança, recomenda-se que a amperagem máxima do equipamento utilizado em conjunto com o módulo de automação de carga tenha cerca de 10% do valor nominal da capacidade da bateria, proporcionando assim carga lenta eficiente e maior vida útil a mesma. Exemplo: para uma bateria de 100Ah, recomenda-se um equipamento de 10A de corrente máxima.

estudo legal tbm pra dar uma olhada...
http://www.solar.coppe.ufrj.br/practica3.html
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Diego Savio
GARATÉIA DE TITÂNIO
Mensagens: 11190
Registrado em: Qui Set 16, 2004 8:31 am
Localização: Bauru - SP

Mensagempor Diego Savio » Qui Jun 29, 2006 5:11 pm

Sei que "alhos" com "bugalhos" não tem muito a ver... mas será que a mesma coisa ocorre com as Pilhas Recarregáveis??????
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x
Ainda tô vivo... Eu acho.
Avatar do usuário
Rafael Fernandes
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3102
Registrado em: Ter Dez 14, 2004 8:54 am
Localização: Joinville - SC
Contato:

Mensagempor Rafael Fernandes » Qui Jun 29, 2006 10:40 pm

Diego escreveu:Sei que "alhos" com "bugalhos" não tem muito a ver... mas será que a mesma coisa ocorre com as Pilhas Recarregáveis??????


Acho que não, pois as automotivas são chumbo-ácidas, e essas baterias pra uso em eletro eletronicos sao de litío, ou de niquel e cádio.. é diferente..
mas mesmo assim ocorre nelas o efeito da memória, que cada vez menos ela pega carga.. aqui explica mais ou menos...
http://www.fbaeletro.com.br/faq.php

Abração!!
Rafael Fernandes

Joinville - SC

Caterva Barriga Verde

"O pesque e solte implica num salto filosófico que transforma a alimentação do corpo, na alimentação da alma"
Avatar do usuário
Diego Savio
GARATÉIA DE TITÂNIO
Mensagens: 11190
Registrado em: Qui Set 16, 2004 8:31 am
Localização: Bauru - SP

Mensagempor Diego Savio » Sex Jun 30, 2006 8:57 am

Rafael Fernandes escreveu:
Diego escreveu:Sei que "alhos" com "bugalhos" não tem muito a ver... mas será que a mesma coisa ocorre com as Pilhas Recarregáveis??????


Acho que não, pois as automotivas são chumbo-ácidas, e essas baterias pra uso em eletro eletronicos sao de litío, ou de niquel e cádio.. é diferente..
mas mesmo assim ocorre nelas o efeito da memória, que cada vez menos ela pega carga.. aqui explica mais ou menos...
http://www.fbaeletro.com.br/faq.php

Abração!!


Rafa... valeu mesmo, irmão...
x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Ainda tô vivo... Eu acho.
Avatar do usuário
Felipe Kazan
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3594
Registrado em: Qua Jan 11, 2006 3:48 pm
Localização: Franca / Botucatu / São Paulo - SP

Mensagempor Felipe Kazan » Ter Jul 04, 2006 9:03 pm

João Rogério escreveu:Apenas para se ter uma noção das diferenças:
Essa bateria é vendida pela martinelli por R$320,00:
Imagem
http://www.martinellishop.com.br/produtos.asp?codigo_categoria=1401&nome_categoria=Baterias%20Náuticas

Eu compro uma bateria do mesmo tamanho por R$190,00 automotiva. Que se for bem cuidada, respeitando o limite de 3Ah para se carregar e não deixar ela "zerar" cada vez que formos pescar, vai durar a mesma coisa que a da martinelli.


Outra que a martinelli é careira pra dedéu... hahaha
Avatar do usuário
Cassio Ferreira Nunes
ANZOL DE OURO
Mensagens: 927
Registrado em: Seg Set 12, 2005 10:17 pm
Localização: Patrocinio - MG

Mensagempor Cassio Ferreira Nunes » Ter Jul 04, 2006 9:57 pm

Minha primeira bateria foi especial, de ciclo profundo conforme manda o figurino, durou menos de um ano.Depois disso so comprei bateria comum
sem manutenção,elas tem durado cerca de 1,5 a 2 anos. Se durar menos de 1 ano a garantia cobre .
Cassio F Nunes

Dia bom para pescar é segunda feira, tem pouco vagabundo pra atrapalhar
Avatar do usuário
Jean H. Callegari
CALOURO
Mensagens: 30
Registrado em: Qui Jun 22, 2006 8:23 am
Localização: Bento Gonçalves - RS
Contato:

Mensagempor Jean H. Callegari » Ter Ago 22, 2006 7:31 pm

Olha, quem ja usou muita bateria em acionamento de motores sabe que a chumbo/acido nao resiste o tempo de uma ferro/acida (tracionarias)..
tenho mais de 5 anos de convivencia com paletadeiras e empilhadeiras eletricas..
Se fossem iguais, ou pelo menos parecidas, nao se pagaria o equivalente a um carro usado razoavel pra adquirir uma fe/acida de 750 A/h..
A chumbo acida é feita para entregar um surto de corrente alta e logo apos ser recarregada (arranque e depois entra o alternador, que sustenta o sistema eletrico).. As ferro/acidas sao projetadas para fornecer potencia por um tempo maior, com menor carga, e depois serem recarregadas..
Nao existe termo de comparacao.. é igual comparar um molinete de 30 pila (com caniço) com um VanStall..
Jean H Callegari
Bento Goncalves RS
http://www.callega.com
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47702
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Localização: São José dos Pinhais - PR
Contato:

Mensagempor NELSON MACIEL » Ter Ago 22, 2006 7:45 pm

callega escreveu:Olha, quem ja usou muita bateria em acionamento de motores sabe que a chumbo/acido nao resiste o tempo de uma ferro/acida (tracionarias)..
tenho mais de 5 anos de convivencia com paletadeiras e empilhadeiras eletricas..
Se fossem iguais, ou pelo menos parecidas, nao se pagaria o equivalente a um carro usado razoavel pra adquirir uma fe/acida de 750 A/h..
A chumbo acida é feita para entregar um surto de corrente alta e logo apos ser recarregada (arranque e depois entra o alternador, que sustenta o sistema eletrico).. As ferro/acidas sao projetadas para fornecer potencia por um tempo maior, com menor carga, e depois serem recarregadas..
Nao existe termo de comparacao.. é igual comparar um molinete de 30 pila (com caniço) com um VanStall..


Interessante ... Fale-me mais sobre este tipo de bateria ...
Nelson Maciel
/ctf

FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Avatar do usuário
José Zuanon
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 6987
Registrado em: Ter Jan 04, 2005 8:41 pm
Localização: Araraquara - SP
Contato:

Mensagempor José Zuanon » Ter Ago 22, 2006 8:25 pm

Aproveitando que esse tópico voltou a ser visitado, meu visinho é fabrincante
de vários tipos de carregadores de bateria, aparelho de solda e outro pra testar baterias....
o Site é
http://www.paulitech.net/

Eu estou usando atualmente este carregador do tipo "inteligente". Acho que é o mais adequado para o nossso perfil de consumidor que geralmente carrega apenas uma bateria de cada vez....
http://www.paulitech.net/vendo.asp?ID=159
Se não me engano o preço está por volta de 200 reais + frete.
Enquanto os dinossauros existiam, os mamíferos não passavam de uns poucos roedores noturnos apavorados nas tocas.
Caterva Cretácica
Imagem
Avatar do usuário
Jean H. Callegari
CALOURO
Mensagens: 30
Registrado em: Qui Jun 22, 2006 8:23 am
Localização: Bento Gonçalves - RS
Contato:

Mensagempor Jean H. Callegari » Ter Ago 22, 2006 9:53 pm

São baterias tracionárias ferro/acidas. Usadas em paletadeiras, empilhadeiras e carros eletricos.. Sao caras pra dedéu..
Experimente ver os links abaixo..Tem um fabricante de baterias e um de equipamentos.. Da pra ter uma ideia..

http://www.empilha.com.br/fulguris.htm
http://www.fimatec-empilhadeiras.com.br/fulguris.htm
http://www.crowmatec.com.br/reengenharia.asp

Nao sei qual a potencia minima disponivel.
Sempre, em qualquer processo envolvendo baterias, o carregador é fundamental para a sobrevivencia da coitada.. Existem carregadores com controle de tensao e corrente.. Normalmente as correntes de carga sao ao redor de 70, 80 A para baterias de 750A.. Estima-se que para uma carga de 12horas, deve-se utilizar 1/10 da corrente nominal da bateria. Os carregadores de primeira linha, alem de controlar a corrente, controlam a tensao.. Quando a tensao da bateria chega a um nivel pré-determinado (ao redor de 13,8V), a carga é interrompida.. Nos melhores ainda, o sistema de carga é flutuante, ou seja, desliga qdo chaga na tensao limite e religa qdo cai abaixo de um certo patamar, ligando e desligando em ciclos..
Existem circutos integrados especificos para controle de carga, mas dificilmente encontrados no mercado..
Jean H Callegari

Bento Goncalves RS

http://www.callega.com
Avatar do usuário
NELSON MACIEL
GARATÉIA DE VIBRANIUM
Mensagens: 47702
Registrado em: Qui Set 09, 2004 7:50 pm
Localização: São José dos Pinhais - PR
Contato:

Mensagempor NELSON MACIEL » Qua Ago 23, 2006 2:39 pm

Obrigado Gaudério ...
Aprendendo sempre ...
Nelson Maciel
/ctf

FÓRUNS CATERVA - UM MARCO NA PESCA ESPORTIVA DO BRASIL !
Avatar do usuário
Rodrigo Suzuki - Rodão
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3900
Registrado em: Qui Abr 26, 2007 11:07 am
Localização: Jundiai - SP

Mensagempor Rodrigo Suzuki - Rodão » Qui Jul 12, 2007 4:09 pm

Pessoal, muito bom o tópico, sobre segurança vi o texto do Rafael:

Informações sobre segurança.
Baterias basicamente possuem dois perigos:
1) Gases potencialmente explosivos (oxigênio e hidrogênio)
-Não fume, não produza chamas ou faíscas próximo a baterias
-Antes de dar carga em baterias convencionais, retire as tampas.
-Só dê carga em locais ventilados.
-Se a bateria ficar quente durante a carga, pare a carga e espere a bateria esfriar. Calor estraga as placas e a bateria pode explodir.
-Esteja certo que o tubo de respiro da bateria está desobstruído e sem dobras.

2) Acido sulfúrico que é extremamente corrosivo.
-Sempre use óculos de proteção, luvas e roupas protetoras.
-Lave qualquer respingo de ácido com água e sabão.
-Em caso de ingestão, beba grandes quantidades de leite ou água com leite de magnésia, óleo vegetal ou ovos batidos. Procure ajuda médica.
-Em caso de contato com os olhos lave com água durante vários minutos e procure ajuda médica.
-Retorne sua bateria usada para a loja onde você comprou. Eles são obrigados por lei a receber a bateria e destinar ela para reciclagem. Baterias contém chumbo e ácidos que podem contaminar o meio ambiente.

Mantenha baterias fora do alcance de crianças.

Alguns componentes elétricos podem ser danificados caso os terminais da bateria ou conectores sejam ligados ou desligados com a ignição ligada e houver presença de corrente elétrica.




Tenho uma bateria automotiva Heliar selada que utilizo no meu motor elétrico, carrego num carregador de bateria automotivo(parecido com os da forceline) dentro de casa na despensa(luz apagada e porta fechada) durante a noite/madrugada inteira e me deixa um pouco preocupado.

Perguntas:
1. Nesta situação ela pode explodir e se explodir é porque esquentou muito ?(não acompanho a carga pra ver se a bateria está quente ou não)
2. Nunca vi uma bateria explodir, como é a explosão de uma bateria, sai fogo, chamas ou ela derrete ?!?
3. Vocês acham perigoso carregar dentro de casa ?


[]'s
Rodão
Avatar do usuário
Ricardo Haruo
GARATÉIA DE OURO
Mensagens: 5307
Registrado em: Qua Nov 16, 2005 5:35 pm
Localização: Curitiba - PR

Mensagempor Ricardo Haruo » Qui Jul 12, 2007 11:32 pm

rodao escreveu:...Tenho uma bateria automotiva Heliar selada que utilizo no meu motor elétrico, carrego num carregador de bateria automotivo(parecido com os da forceline) dentro de casa na despensa(luz apagada e porta fechada) durante a noite/madrugada inteira e me deixa um pouco preocupado.

Perguntas:
1. Nesta situação ela pode explodir e se explodir é porque esquentou muito ?(não acompanho a carga pra ver se a bateria está quente ou não)
2. Nunca vi uma bateria explodir, como é a explosão de uma bateria, sai fogo, chamas ou ela derrete ?!?
3. Vocês acham perigoso carregar dentro de casa ?


[]'s
Rodão

Fala, Rodão, beleza?
Segundo meus parcos conhecimentos teóricos, a bateria explode não como uma bomba, por reação química instantânea, mas por acúmulo dos gases que se formam durante o carregamento (fazendo pressão), por isso as tampas abertas nessa hora. A combinação de (formação de gases) + (calor) vai com certeza aumentar a pressão desses gases e o risco de explosão. Esta se dá porque a caixa da bateria não aguenta a pressão desses gases. Os gases que se formam também podem explodir por serem combustíveis. Por isso recomenda-se recarregá-las em ambientes arejados, para que estes gases não se acumulem, é como vazamento de gás de cozinha, se for em lugar aberto, o perigo é menor.
Eu carrego dentro do apartamento, mas na área de serviço, com janelas abertas para ventilar bem. Nunca me deu problemas.
Espero ter ajudado enquanto não chega alguém que conhece mais, rsrsrs.
Grande Abraço.
Avatar do usuário
Rodrigo Suzuki - Rodão
GARATÉIA DE PRATA
Mensagens: 3900
Registrado em: Qui Abr 26, 2007 11:07 am
Localização: Jundiai - SP

Mensagempor Rodrigo Suzuki - Rodão » Ter Jul 17, 2007 9:43 am

Haruo, valeu pelas informações.... .... bom, vou continuar carregando como carrego, pois até o momento nunca deu problemas... e vou procurar manter o local arejado !!! :wink:
[]'s e bons pinchos
Rodão
Avatar do usuário
Semionovas
GARATÉIA DE BRONZE
Mensagens: 1817
Registrado em: Dom Jan 28, 2007 3:21 pm
Localização: Santos - SP
Apelido: russo

Mensagempor Semionovas » Qua Set 19, 2007 9:26 pm

rodao

O gás formado na carga da bateria e o hidrogênio que em contato com o oxigênio do ar e altamente explosivo.
Quando a mistura de gazes encontra uma fonte de ignição a uma grande liberação de energia térmica, chegando a romper a caixa da bateria e esparramando acido sulfúrico.
O gás hidrogênio e muito leve e se as tampas da bateria estiverem abertas ele não se acumula e não oferece risco.
Semionovas

Voltar para “- NAVEGAR É PRECISO - FÓRUM NÁUTICO”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante